Rescaldo da noite - Gil Scott-Heron


ontem foi dia (noite) de fazer história. vi, com estes olhinhos, um dos maiores vultos da soul/blues de sempre. faz, de longe, parte daquele leque de artistas, ainda vivos, que eu pensave nunca conseguir vir a ver ao vivo. não lhe podia pedir melhor concerto. para mim já bastou ele aparecer. ainda assim, não tocou the revolution will not be televised. mas compensou com o winter in america com o perlúdio do costume, e com a bottle. gil scott-heron apareceu em palco ladeado pelos seu companheiros de muitos anos. o teclista/tocador de harmónica brian jackson, e o percussionista, larry mcdonald. um concerto marcado pelo à-vontade em palco do vocalista, a cumplicidade deste com os outros dois elemntos, visível nos solos, e pelo discurso marcadamente pacifista que sempre empregou entre músicas. como eu disse a alguém, durante uma das tiradas, será tão difícil pensar a paz como ele?

0 eichelentes comentários: